Notícias

Babados e Tititis:Globo afasta William Waack após acusação de racismo: ‘Visceralmente contra’

William Waack se tornou o centro de uma nova polêmica nesta quarta-feira (08): o jornalista, recuperado de um cateterismo realizado em julho deste ano, apareceu, em um vídeo, que teria sido gravado cobertura da vitória deDonald Trump, vazado na web nesta quarta-feira (08), em frente à Casa Branca, em Washington, nos Estados Unidos, reclamando de uma buzina. “Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto!”, teria dito o âncora do “Jornal da Globo”, atração na qual ele protagonizou uma saia-justa com Anitta em 2016. Diante da repercussão do mesmo nas redes sociais, a emissora decidiu afastar o jornalista do ar, conforme sinalizou em comunicado: “A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida”.

‘WAACK AFIRMA NÃO SE LEMBRAR DO QUE DISSE’, AFIRMA EMISSORA

No comunicado, a emissora coloca ainda a posição do jornalista – cuja discussão com Cristiane Dias durante a cobertura das Olimpíadas Rio 2016foi negada posteriormente pela apresentadora. “Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação”, assegura o comunicado. A TV Globo pondera ainda que irá abordar a questão pessoalmente com o contratado. “William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos”, encerrou.

 

 

Fonte:Purepeople