Notícias

Chuva forte provoca alagamentos em vários bairros de Guaratuba, mais de 5.000 pessoas foram atingidas pelo temporal

De sábado (16) a domingo (17) choveu em Guaratuba 214,6 milímetros, quase a média para o mês que é de 294 milímetros, segundo o SIMEPAR. As pancadas de chuva mais fortes coincidiram com a maré alta, que estava com altura de 1,90 m na manhã de domingo, o que dificultou a vasão das águas pluviais e ocasionou os alagamentos. A secretária do Bem Estar e Promoção Social, Lourdes Monteiro, participou ao vivo do Rede Notícias desta segunda-feira e falou sobre a situação no município de Guaratuba. Acompanhe:

 

De acordo como a Secretaria do Bem Estar e Promoção Social, 52 famílias e 150 pessoas procuraram o abrigo montado no Ginásio Municipal de Esportes José Richa até a manhã desta segunda-feira (18). Eles foram recebidos por profissionais de saúde, psicólogos, assistentes sociais e cerca de 200 voluntários, funcionários da Prefeitura e comunidade de Guaratuba. As crianças tinham o apoio de psicólogos, professores e educadores.

O levantamento da Defesa Civil Municipal informa que 5.550 pessoas foram afetadas, em um total de 1.200 residenciais, nos bairros Mirim, Piçarras, Cohapar I, Cohapar II, Brejatuba, Centro e Carvoeiro. A área rural do Cubatão e Limeira também foram afetadas.

As famílias atingidas pelos alagamentos ainda precisam de doações de alimentos não perecíveis (principalmente produtos básicos como feijão, arroz, café e óleo), produtos de limpeza e higiene, cobertores, lençóis, travesseiros, roupas adultos e infantis, água mineral em garrafa. As doações devem ser entregues no CRAS na Avenida 29 de Abril, 802, Centro. Também no CRAS, uma equipe de Assistentes Sociais estão fazendo o cadastro das famílias atingidas.

A CMEI Peixinho Dourado e o Colégio Estadual 29 de Abril suspenderam as aulas nesta segunda-feira (18) por causa dos alagamentos.