Notícias

Feira da Partilha com produtos doados pela Receita Federal começa hoje em Paranaguá

Começa hoje a Feira da Partilha. Um mega evento com mais de 200 tipos de produtos apreendidos e doados pela Receita Federal de Paranaguá. A renda será partilhada entre várias Entidades do Litoral conforme os projetos apresentados e aprovados pela Receita Federal. Mais de 170 voluntários estarão trabalhando durante todo o evento. Acompanhe mais informações na reportagem a seguir:

 

A Feira da Partilha foi criada em Paranaguá, em 2001 com objetivo de agrupar entidades carentes que pedem doação na Receita Federal e que tenham projetos aprovados. Os produtos apreendidos e que poderiam ser destruídos são, então, destinados para projetos sociais. A comercialização em um grande evento como este, fica mais rápida e fácil. Após a venda, os recursos são aplicados e a prestação de contas é feita.

Entidades assistenciais e comunitárias.
São instituições sociais e comunitárias que já realizam trabalho há muitos anos no Litoral e querem estender e melhorar a estrutura para atendimento. Confira os projetos que serão beneficiados e seus objetivos.

– Escola Municipal Eva Cavani atende crianças e adultos com necessidades especiais. Atende hoje a 240 alunos. Com a Feira da Partilha, eles querem uma sala com fisioterapia que receberá equipamentos como esteira, simulador de caminhada, massageador, entre outros. Equipamentos para os setores de fonoaudiologia e psicologia e um carro, uma cadeira odontológica especial.

– APADVG – Associação de Pais, Amigos e Deficientes Visuais de Guaratuba mantém a Escola de Educação Especial e Profissionalizante Daniela, Emanoela e Soraia. Atualmente tem 60 alunos com idade entre 16 e 71 anos. Eles estão em busca de uma sede própria com compra de um terreno com os recursos da Feira da Partilha.

– Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Paranaguá atende 371 crianças, adolescentes, jovens e adultos com necessidades especiais na Escola Maria Nelly Picanço. É a única escola do município especializada em prestar atendimentos a bebês e crianças de 0 a 6 anos. Os recursos da Feira serão usados para ampliar a estrutura física da instituição.

– Apae de Matinhos atende a 130 alunos e eles buscam uma sede própria que pretendem iniciar com os recursos da Feira da Partilha.

– Projeto Ágape foi criado para atender a crianças em vulnerabilidade social. Promoveu o programa Apadrinhamento Afetivo em parceria com a Vara da Família e agora busca a construção da sua sede própria para atendimento de crianças e adolescentes vítimas de abusos e violência.

– Desafio Jovem Betel atende jovens em situação de risco por causa das drogas em Paranaguá. E o objetivo da diretoria e ter uma fábrica de reciclamos.

Serviço: Feira da Partilha
Entrada R$ 5,00 e é necessário levar documento com foto e CPF, a partir do dia 22, no Center Port, das 13h às 20h.