Notícias

PMDB “empaca” reforma do secretariado do governo

A dúvida sobre qual espaço caberá ao PMDB e quem o ocupará levou o governador Beto Richa (PSDB) a adiar novamente o anúncio da reforma do secretariado do governo do Estado. Depois de prometer que divulgaria os novos nomes de sua equipe no início desta semana, Richa afirmou ontem que precisa de mais tempo para os últimos acertos. Mas confirmou que um dos objetivos das mudanças é compor uma ampla aliança para apoiar seu projeto de reeleição em 2014. 
A intenção do governador é atrair PMDB, além de PSC e PSD para uma aliança formal para a disputa pelo governo, isolando o PT da ministra chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Em dezembro, a bancada do partido na Assembleia Legislativa se uniu ao ex-governador Orlando Pessuti e derrotou o grupo do senador Roberto Requião na convenção que elegeu o novo diretório estadual, colocando na presidência da Executiva da legenda o deputado federal Osmar Serraglio.